[Filme] Pantera Negra



Olá a todos!!!!!
Acho que o mundo já conferiu a mais nova obra prima da Marvel, Pantera Negra!


Porque um gatinho sempre cai em pé 💛
Um filme que todos ficamos ansiosos pela sua magnitude e por ter mais atores negros (um elenco enorme) que brancos (uns gatos pingados).

T´Challa e W´Kabi
T´Challa, o Pantera Negra (Chadwick Boseman) nos foi apresentado em Capitão América: Guerra Civil, onde houve aquele incidente com Bucky (Sebastian Stan) e a morte de seu pai T´Chaka (John Kani).
Killmonger
Agora T´Challa volta a Wakanda para governar, mas antes, ele deve passar por uma prova para todos do país ver se ele é merecedor ou não. M´Baku aceita o desafio, o poder da Pantera Negra é retirada dele para que eles possam lutar como iguais.

M' Baku
Claro que T´Challa vence o desafio e se torna merecedor do poder da Pantera Negra.

Família linda
Mas nem tudo são flores, Ulysses Klaue (Andy Serkis), aparece no radar de Wakanda, para quem não lembra, é esse sem vergonha apareceu em Vingadores: Era de Ultron, onde perdeu o Braço em uma briga com Ultron.

T´Challa, Nakia (
Lupita Nyong'o), a grande paixão do nosso mocinho e Okoye (Danai Gurira) a chefe da guarda de Wakanda, vão atrás de Klaue, que junto a Killmonger (Michael B. Jordan) haviam roubado uma artefato de Vibranium (aquele metal valiosíssimo que foi feito o escudo do Capitão América) de um museu e estavam querendo vender para o mercado negro.


Okoye e Nakia
Shuri (Laetitia Wright), a irmã de T´Challa, os ajuda com todos os aparatos tecnológicos que Wakanda pode desenvolver, como roupas, armas, medicina... As possibilidades são infinitas e Shuri possui a imaginação necessária para isso.

T´Challa e Shuri
Porém, algo inesperado acontece, Killmonger aparece e aí sim a história fica boa!

Eu não vou me alongar, porém, é um filme que super vale a pena assistir. Tanto pela história quanto pela representatividade. 

Injustiça, união, reviravoltas, mulheres fortes, inteligentes e independentes... É um show!!!

E tem 2 cenas pós créditos maravilhosas 💛

Wakanda Forever 💛



Serviço:
Título Brasil: Pantera Negra
Título Original: Black Panther
Duração: 2h15
Ano: 2018
Direção: Ryan Coogler
Elenco: Chadwick Boseman, Michael B. Jordan, Lupita Nyong'o, Laetitia Wright, Danai Gurira, Andy Serkis, Angela Basset, Winston Duke, Andy Serkis...
Gênero: Ação, Avenuntura
Nota: 5/5

[Exposição] Jean-Michel Basquiat



Olá pessoal!
Teve início no dia 25 de janeiro (aniversário de São Paulo), a exposição do Basquiat no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e que presente!
Eu conheci o artista através da uma música Andy Warhol do meu eterno amado David Bowie, e como eu sou uma pessoa curiosa, conheci o Basquiat.


Basquiat foi um dos grandes artistas da street art de Now York nas décadas de 70 e 80, onde é possível acompanhar suas pinturas criativas, explosivas e até traços que remetem a uma pintura infantil.
Jean Michel Basquiat nasceu e cresceu em New York, é filho de pai haitiano e de mãe com descendência porto-riquenha e sempre teve o incentivo da mãe em frequentar museus e ter uma educação, digamos assim, mais cultural. Começou a frequentar o MoMA (The Museum of Modern Art) de New York e aprender muito com o que via.

1982 - Sem Título 

Basquiat começou a chamar a atenção com esses grafites em Manhattan junto a Al Diaz
Basquiat pintava em qualquer coisa que pudesse, já que
às vezes não tinha grana para comprar telas. 


As obras em exposição pertencem a um israelita chamado Jose Mugrabi, que é cheio da grana e muito "bonzinho" em dividir seu acervo com o mundo.


Basquiat e Al Diaz começaram a pintar frases nas paredes de Manhattan sob o pseudônimo SAMO (de same old shit ou mesma merda, em português), aí eles começam a chamar a atenção.
Não dá pra falar muita coisa, pois estragaria o passeio.
Mas dá para ter uma noção da street art dos anos 70 e 80 em New York.







Detalhe das Penas 

Sem Título 1982 (alcatrão amarelo e penas) 

Quatro Grandes 1982 





Os desenhos influenciaram muito sua arte.



Sem Nome - 1985 
Andy Warhol e Basquiat - 1984 

Andy e Basquiat 1984-1985 


Está é uma coleção que eles fez em pratos dos
artistas que ele mais gostava e o influenciava.





Certa vez ele ganhou um livro de anatomia de sua mãe,
aí você entenderá esses quadros.




Basquiat tocava em uma banda chamada Gray.




"Say my name" kkkkk









É possível conhecer mais sobre Basquiat e toda sua influência observando suas obras, o espaço está super bem organizado e para maior comodidade, você pode comprar antecipadamente seu ingresso GRATUITAMENTE pelo site da Eventim.

Serviço:

Exposição Jean Michel BasquiatLocal: Centro Cultural Banco do Brasil
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 Centro - CEP: 01012-000 | São Paulo (SP)Telefone: (11) 3113-3651
Ingressos: Entrada gratuita
Data: 25 de janeiro a 07 de abril de 2018
Hora: 9:00 as 21:00